domingo, 22 de maio de 2022 - 22/05/2022 09:13:01
Revista Portal Útil

Publicado por Redação em 14/01/2022 às 19:09.

Ao falar em estética, muita gente pode pensar no mundo das artes e até da filosofia, mas a verdade é que existe um mercado de estética voltado para o embelezamento tanto de mulheres quanto de homens de qualquer idade.

Em um mundo cada vez mais corrido, exigente e profissional como o nosso, cada vez mais as pessoas veem essa necessidade de estar bem consigo mesmas, além de melhorarem sua apresentação como modo de melhorar de vida.

Esse crescimento entra na esteira de outras frentes que vão desde a busca por academias de malhação e uma vida mais fitness, até enzima para perder barriga. Daí que o assunto seja tão interessante para o usuário final e até para profissionais da área.

Por essa razão é que consideramos tratar do assunto aqui, focando o aspecto vantajoso para os clientes e também para os alunos de cursos de estética e de cosmética.

Se você quer entender melhor do que se trata e ficar em dia com esse segmento encantador, então basta seguir adiante até a última linha deste artigo.

Entenda por que a área de estética vem crescendo

O que este artigo aborda:

O mercado de estética

A busca por ficar mais bonito e com isso conseguir um bem-estar maior é algo tão primitivo quanto o ser humano, tanto que remontam ao Egito Antigo os primeiros usos do que seria a “maquiagem” da época.

Após a Ideia Média, é por volta do século XVII e XVIII que essa preocupação volta a fazer parte da vida das pessoas, que já contavam com soluções líquidas e em pó para ficarem mais cheirosas e mais bonitas.

Atualmente, existe até uma regulamentação desse segmento na maioria dos países, como no caso do Brasil, que conta com diretrizes da ABIHPEC, que é a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos.

Quando se trata de medidas propriamente médicas, como peeling químico clareador, a normalização e fiscalização dos órgãos competentes é bem mais exigente.

Já medidas propriamente cosméticas e mais tranquilas não exigem esse tipo de controle, embora ainda assim a dica seja que os clientes pesquisem muito bem a reputação de uma loja ou profissional antes de recorrer às soluções comerciais.

Ademais, outro dado importante, trazido pela própria ABIHPEC, é o de que o mercado de estética e cosmética chegou a crescer até 15% nos últimos períodos.

Isso é impressionante e indica vantagens para quem quer entrar na área, pois são poucos os nichos de mercado que conseguem se meter mesmo em meio às crises.

Qual a razão desse crescimento?

Já citamos de passagem vários motivos pelos quais a área de estética vem crescendo tanto, mas é preciso aprofundar ainda mais nesses pontos, que são fundamentais.

Um exemplo bem forte é a questão da versatilidade, já que o profissional da área pode atuar em várias frentes, não apenas uma ou duas. Sendo as principais as seguintes:

  • Beleza;
  • Bem-estar;
  • Imagem pessoal;
  • Saúde.

O primeiro remete, sobretudo, à pele e ao cabelo. No primeiro caso, diz respeito ao tratamento de estrias, celulites, linhas de expressão facial, limpeza de pele e até mesmo maquiagem e depilação.

Nessa área também podem entrar medidas mais complexas, como preenchimento facial. Já o cabelo consiste em tratar aparência ou casos de calvície.

A parte de bem-estar estético envolve massagens, drenagens linfáticas e afins, que realmente vão muito além da aparência, trazendo também conforto, segurança e solução ao estresse.

A imagem pessoal é um ramo encantador, pois pode incluir desde um profissional que quer reposicionar sua imagem com base em arquétipos e semiótica, até tratamento contra queimaduras e cicatrizes.

A parte da saúde se parece um pouco com a do bem-estar, mas envolve procedimentos mais específicos, como eletroterapia, criolipólise, que é uma técnica de eliminação de gordura corporal.

Informações sobre um curso na área

Por fim, vale lembrar que a proposta de um curso é habilitar qualquer pessoa interessada a poder agir não em uma, mas em qualquer das quatro frentes de estética e cosmética.

Depois, a pessoa pode especializar-se, já que existe uma diferença enorme entre fazer um aplique de cabelo e uma harmonização facial maxilar.

Para ficar um pouco mais claro, as disciplinas principais do curso são:

  • Estética facial;
  • Relaxamento corporal;
  • Cosmetologia;
  • Terapia capilar;
  • Área de visagismo;
  • Área de embelezamento.

Algumas dessas disciplinas se cruzam entre si, como visagismo e embelezamento, que visam a projetar a melhor versão de uma pessoa no sentido de aparência.

Conclusão

A área de estética é uma das que mais crescem no Brasil, por isso é considerada tão interessante. As vantagens que os clientes e profissionais da área podem obter foram detalhadas acima, ajudando qualquer pessoa a se orientar neste assunto.

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

1

Pode ser do seu interesse

Como fazer vídeos de exercícios em casa

Como fazer vídeos de exercícios em casa

Consórcio de estética: entenda como funciona?

Consórcio de estética: entenda como funciona?

Como organizar a rotina para emagrecer

Como organizar a rotina para emagrecer

Melhores tendências de dieta para manter seu rosto jovem

Melhores tendências de dieta para manter seu rosto jovem

Quem possui rosácea pode usar ácidos na pele?

Quem possui rosácea pode usar ácidos na pele?

Shampoo sem sulfato: Conheça os melhores do mercado

Shampoo sem sulfato: Conheça os melhores do mercado