sexta-feira, 1 de julho de 2022 - 01/07/2022 10:59:34
Revista Portal Útil

O conteúdo "Quais são os investimentos mais garantidos fora do país?" foi feito por Redação e distribuído por Revista Portal Útil na categoria Finanças em .


Para quem está começando a investir em renda fixa e variável, precisa conhecer as possibilidades de investimentos estrangeiros. Existem ativos muito seguros e que podem garantir bons rendimentos se isolando das situações da política econômica brasileira. 

A dica é não ficar preso a ações, fundos de investimentos nacionais e previdência privada, expanda os seus horizontes! Aqui, vamos mostrar algumas opções legais de investimentos que estão disponíveis para os investidores brasileiros e apontar as principais vantagens de investir no exterior. 

O que este artigo aborda:

Principais investimentos no exterior para brasileiros 

Esse é um excelente momento para conhecer novas alternativas de investimentos. Você não precisa ir para o estrangeiro para investir em fundos e ações fora do país, é possível fazer investimentos no conforto da sua casa. Confira a nossa lista de investimentos no exterior que são seguros para aplicar o seu dinheiro:

BDRs

Comprar BDRs é uma forma de investir em ações de empresas estrangeiras sem precisar abrir conta corrente no exterior. Esse tipo de investimento está disponível para investidores na Bolsa Brasileira. 

Quem já tentou investir em ativos no exterior, sabe que o processo é demorado, exigindo diversos requisitos como a abertura de uma conta no exterior, então os BDRs surgem como uma alternativa acessível para investir no exterior sem tanta burocracia. 

Quais são os investimentos mais garantidos fora do país?

Os certificados são lastreados a partir de uma ação de empresa estrangeiro, ao comprar um BDR você fica exposto a oscilação da ação vinculada ao BDR. Em resumo, você não se torna acionista da empresa, como acontece quando você investe na ação de empresas brasileiras, mas você rentabiliza sempre que a ação vinculada ao certificado valoriza. 

ETFs 

Os ETFs são os chamados fundos de índice. Essa é uma forma de investir em ações sem precisar escolher a dedo cada uma delas. Ao investir em um ETF, você está investindo no índice que conta com uma carteira de ações bem avaliada em bolsas de valores estrangeiras. 

Há ETFs disponíveis no mercado brasileiro que acompanham índices de ações de empresas americanas, o que acaba sendo uma alternativa para investir em grandes empresas do mercado mundial. 

ETCs

Os ETCs são investimentos semelhantes aos ETFs, a principal diferença é que o investimento não é em fundos de índice, mas em commodities como produtos agropecuários no agronegócio, metais preciosos, entre outros. Essa é uma forma de investir em mercados mais difíceis de serem acessados, principalmente para investir no exterior. 

Fundos estrangeiros de capital protegido

Os fundos estrangeiros com capital protegido estão se popularizando no mercado. Esse tipo de investimento une acessibilidade com a garantia de que o investidor terá direito ao capital investido sem correções, caso o fundo desvalorize. 

Muitos fundos estrangeiros investem parte de sua carteira em títulos da dívida brasileiro e em swap do dólar para se proteger das oscilações da moeda estrangeira. Dessa forma, se o índice do dólar tirar variação negativa na data do vencimento, o investimento recebe 10% do capital investido. Se o índice for positivo em até 20%, a rentabilidade é repassada para o investidor. 

E se o índice variar positivamente mais de 20%, o investidor ganhará 9%, o que já garante mais de 100% do CDI, por exemplo. 

Quais são as principais vantagens de investir no exterior? 

Se você já aplica dinheiro em ativos do mercado brasileiro, agora você conhece algumas formas de investir no exterior sem tantas dificuldades. E se você tem dúvida se vale a pena, fizemos uma lista com diversas vantagens de aplicar capital nestes investimentos, confira abaixo:

Investir em moedas mais valorizadas 

Uma das principais vantagens de investir no exterior é ter contato com moedas mais fortes no mercado mundial como o euro e o dólar. Os aportes em ativos nacionais estão atrelados ao real e sofrem forte influência da instabilidade econômica do Brasil. 

Já os ativos estrangeiros estão ligados ao dólar ou ao euro, moedas muito utilizadas no mercado nacional e que apesar das oscilações são bem mais estáveis do que o real. A maior parte dos ativos negociados em todo o mundo são atrelados ao dólar. 

Fugir das limitações do mercado brasileiro 

O Brasil é um país emergente de economia instável, o que coloca o real como uma moeda que pode ficar muito desvalorizada frente a moedas mais fortes como o dólar. Além dessa instabilidade, algo que pode atrair ativos no exterior é o fato do mercado de investimentos brasileiro ser bastante limitado. 

Isso fica bastante visível para investidores brasileiros que aplicam capital em renda variável no Brasil. Na comparação com os Estados Unidos, por exemplo, o mercado é bem limitado, no estrangeiro um investidor possui uma variedade muito maior de opções para investir. 

Estas são as duas principais vantagens de investir em ativos no exterior. Além disso, podemos dizer que realizar estes investimentos é uma forma de adquirir conhecimento sobre o mercado estrangeiro, começando a testar estratégias e aprendendo bastante com o estilo dos investidores estrangeiros. 

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

1

Pode ser do seu interesse

Pessoas negativadas conseguem obter cartão de crédito? Confira

Pessoas negativadas conseguem obter cartão de crédito? Confira

5 dicas para saber se você está com estresse financeiro

5 dicas para saber se você está com estresse financeiro

Quais os principais regimes cambiais dos países?

Quais os principais regimes cambiais dos países?

Posso utilizar a previdência privada para comprar um imóvel?

Posso utilizar a previdência privada para comprar um imóvel?

Cartão de crédito consignado: tudo o que você precisa saber

Cartão de crédito consignado: tudo o que você precisa saber

3 vantagens de fazer a portabilidade da sua previdência privada

3 vantagens de fazer a portabilidade da sua previdência privada