Revista Portal Útil

O uniforme de médico se refere a como esses profissionais devem se vestir no trabalho, certo?

Quando um paciente entra em um hospital ou em um consultório é importante que ele seja capaz de compreender o papel das figuras profissionais que estão diante dele.

Assim como em outros ambientes de trabalho, o setor de saúde possui regras em relação ao vestuário.

Em um hospital, por exemplo, mas também numa clínica, os papéis são divididos entre médico, enfermeiro, integrantes da ambulância, voluntários de primeiros socorros, entre outros.

Consequentemente, os regulamentos que regem a questão da vestimenta podem ser distintos de acordo com cada instituição, mas existem pontos convergentes.

O que este artigo aborda:

Uniforme de médico: para que serve e curiosidades
Uniforme de médico: para que serve e curiosidades
Pin It

Curiosidades sobre uniforme de médico

A aparência do médico importa?

Ao longo dos anos, alguns estudos já foram feitos sobre as preferências dos pacientes em relação às roupas dos médicos . 

Por exemplo, a Universidade de Calgary, no Canadá, consultou 337 familiares de pessoas hospitalizadas pedindo que dessem uma nota de 1 a 10 nas fotos dos médicos que lhes foram apresentadas. 

Foi pedido que dissessem os que pareciam ser o “melhor” médico. 77% destacaram a identificação como primeiro detalhe, 65% a aparência arrumada.

O estudo publicado em 2013 no Jama Internal Medicine apontou que, para os pacientes, seja no hospital, no consultório ou na clínica, o jaleco branco bem cuidado é sinônimo de confiabilidade.

Outros estudos realizados nas últimas décadas também revelaram como a aparência bem cuidada é importante para o paciente ao avaliar o uniforme de médico. Além disso, relataram que os profissionais de saúde transmitem confiança e profissionalismo ao usarem um jaleco.

Que sentimentos o uniforme de médico desperta?

Já foram feitas investigações sobre a roupa do médico em relação aos sentimentos que ela desperta nos pacientes. 

Há um relatório da Universidade de Michigan (EUA) sobre 4 mil pessoas entrevistadas em 10 importantes centros médicos. 

Foram mostradas sete fotos com diferentes de médicos de diferentes maneiras, do casual ao formal, do jaleco branco ou não. 

Antes de entrarmos nos detalhes das roupas favoritas dos pacientes, vale a pena mencionar que para metade deles a forma como os médicos se vestem é importante para e um terço chegou a dizer que afeta até a satisfação com o tratamento.

O trabalho, publicado no BMJ Open, foi liderado pelo professor Christopher Petrilli, que trabalha na Escola de Medicina da Universidade de Michigan. 

E declara: “O código de vestimentas médico é bastante heterogêneo. Devemos ter cuidado para que o nosso vestuário transmita profissionalismo e que também tenha em conta as preferências dos pacientes”.

O que diz o experimento sobre o uniforme de médico

Aos 4 mil  voluntários foram mostradas sete fotos de médicos e médicas em trajes diferentes.

E, para cada um, eles tiveram que expressar o quão reconhecível, confiável, atencioso e acessível cada médico parecia e quão confortável sua maneira de se vestir os deixava. 

As opções de uniforme de médico eram: 

  1. Estilo casual: camisa de gola com manga curta e jeans com tênis 
  2. Variante: mesma roupa, mais jaleco branco 
  3. Uniforme hospitalar: azul com manga curta e calça 
  4. Variante: o jaleco branco acima de tudo 
  5. Traje formal: camisa azul de manga comprida para homens e terninho com sapatos de couro preto com salto pequeno para mulheres 
  6. Variante: todos sob o jaleco branco profissional 

Quando perguntados sobre como eles gostariam que seus médicos se vestissem, 44% optaram pelo traje formal mais o jaleco. 26% optaram pelo uniforme hospitalar mais o jaleco branco. 

Quando questionados sobre os cirurgiões e médicos do pronto-socorro, o uniforme hospitalar obteve 34% do consenso, seguido de 23% pelo uniforme mais o jaleco.

Tipos de uniforme de médico

Nem todos os vestuários são iguais, pois existem diferentes tipos de vestuário para profissionais de saúde, desde o clássico até o com botões de presilhas, scrubs ou jalecos em diversos  formatos e cores.

No entanto, o uniforme para sala de cirurgia não é o mesmo utilizado no atendimento clínico, pois não são brancos, e sim verdes ou azuis claros. 

O motivo é que a cor branca no ambiente pode causar fadiga ocular, além de não criar um contraste muito grande com a cor vermelha do sangue. 

A cor vermelha permanece lembrada por muito tempo por ser uma cor quente. E, para um cirurgião que opera várias vezes ao dia, a longo prazo pode ser estressante.

Dessa forma, na sala de cirurgia o verde ou o azul anulam a cor vermelha.

Sapatos para médicos

Quem trabalha em hospitais sabe que passa muito tempo em pé, por isso é importante usar o calçado adequado.

Ao caminhar ou trabalhar em ambientes como hospitais, clínicas ou consultórios, em pisos extremamente planos, a longo prazo podem surgir desconfortos na planta do pé e posteriormente nas costas.

O calçado certo pode prevenir esses problemas ou aliviá-los para quem já sofre com eles.

No  contexto do uniforme de médico, o calçado ideal para trabalhar na área da saúde deve ter salto antichoque, para amortecer movimentos bruscos, com solado antiderrapante, pois o chão costuma ser liso e não aderente. 

Logo, evita que o profissional escorregue caso algum líquido seja derramado no chão, por exemplo.  

Ao usá-los em turnos inteiros, recomenda-se que a palmilha do calçado seja feita de material antibacteriano e esterilizável.

Para garantir a higienização adequada de solas e superfícies, muitos modelos são laváveis a temperaturas elevadas. 

Como escolher a roupa sanitária certa?

Os profissionais que compõem o vasto panorama da saúde são muitos, e não se restringem apenas aos médicos. 

Há, por exemplo, enfermeiros que trabalham em contato com pacientes, médicos que trabalham no centro cirúrgico e aqueles que realizam análises no laboratório.

Os uniformes a serem usados ​​no ambiente hospitalar diferenciam um papel do outro , mas todos devem responder à necessidade de serem:

  • confortáveis;
  • protetores;
  • duráveis; ​
  • esteticamente agradáveis.

Sobretudo, sempre é bom lembrar que o setor de saúde exige limpeza, higiene e precisão.

As peças de vestuário devem garantir a liberdade de movimentos para a jornada de trabalho (muitas vezes em pé).

É preferível usar algodão ou poliéster misturado com algodão, para que cada peça seja respirável, leve e facilmente lavável. 

Além disso, os tecidos premium e os resistentes são muito procurados pela durabilidade e pela qualidade. 

Quem usa o uniforme de médico ou vestimentas da área da saúde exerce uma profissão delicada e esse é o aspecto que deve nortear a busca de roupas modeladas de acordo com as necessidades.

Então, gostou de conhecer algumas curiosidades sobre o vestuário de profissionais da saúde?

Artigos relacionados:

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

whatsapp sharing button
facebook sharing button
pinterest sharing button
twitter sharing button
sharethis sharing button

Pode ser do seu interesse