Revista Portal Útil

O pós-colheita de frutas e hortaliças é um dos momentos mais delicados de todo o processo. Muitas pessoas nem imaginam isso, mas quase metade de um carregamento de orgânicos podem se perder enquanto estão sendo trabalhados para chegarem às mãos do consumidor. 

Isso não só é um grande desperdício que pode fazer com que o dono do produto tenha um gigantesco prejuízo, como também é comida que pode erradicar a fome de muita gente simplesmente indo para o lixo.

E sem dúvida o maior inimigo de uma colheita boa são os micróbios. Os microrganismos em geral podem infectar o seu produto e impedir que ele seja vendido. Temos que lembrar que se o produto for infectado, não tem muito o que fazer a não ser descartar.

Mas como fazer para não ter que chegar nesse nível? O que fazer para não ter prejuízo e nem ter uma carga inteira sendo jogada fora só porque alguém descuidou na hora de armazenar e transportar?

Hoje vamos falar sobre isso e dar todas as dicas que você precisa sobre o pós-colheita de frutas e hortaliças. 

O que este artigo aborda:

Pós-colheita de frutas e hortaliças: como evitar bactérias?
Pós-colheita de frutas e hortaliças: como evitar bactérias?
Pin It

Temperatura correta

Vamos começar falando então da temperatura, aquela que pode realmente causar um problema gigantesco para seus produtos e colheita. Você provavelmente já deve ter ouvido falar de alguém que esqueceu frutas no sol e elas estragaram no mesmo dia.

Isso acontece mais do que você imagina, e quem trabalha nesse meio não pode se descuidar assim. As altas temperaturas são na verdade as maiores vilãs de qualquer tipo de plantio, por isso você deve fazer mais que simplesmente não deixá-las no sol.

Assim que o produto for colhido, ele deve ser imediatamente resfriado. Isso impede que ele comece a murchar, o que pode ser a porta de entrada para micróbios dentro do produto, e uma vez infectado, não tem mais volta, ele deve ser descartado. 

O mais importante é que o dono conheça bem seus produtos e sua biologia, para saber qual é o clima ideal para ele, sem estar congelado a ponto de estragar, mas sem deixar no calor também.

Local de armazenamento desinfectado

Agora, mesmo que o local que você vai usar seja frio, isso não impede que ele tenha sido previamente infectado por microrganismos. Temos que lembrar que tempos que não está mais em contato com o solo, todo produto está mais suscetível a esses males.

As pragas podem vir de qualquer lugar, inclusive dos que menos esperamos. E é exatamente por isso que o local deve ser preparado antes mesmo do produto chegar até ele, e com os produtos certos.

Deve existir um cuidado para usar produtos que não deixam cheiro e nem resíduos, que por sua vez podem eles mesmos prejudicarem o produto em si, fazendo com que uma tentativa de fazer a coisa certa acabe dando errado.

Então lave bem o local de armazenagem de grãos, de frutas e também de hortaliças. Tenha certeza de que ele foi limpo, e que ninguém entrou lá depois disso para impedir que mesmo depois de limpo, alguém acabe levando consigo microrganismos de volta para o local. 

Cuidado com a umidade

Se você está preocupado com o local e com a temperatura, você deve tomar cuidado com a umidade também. Nem todo mundo sabe o quanto ela pode influenciar na qualidade de alguma coisa.

Para se ter uma ideia, mesmo as paredes acabam ficando mais sensíveis quando estão muito expostas a umidade em excesso. É o tipo de coisa que pode deixar as paredes pretas, molhadas e estragar toda a pintura delas.

O mesmo acontece com os produtos, que podem acabar até criando fungos e ficando mais suscetíveis a micróbios. Mas lembre-se, se você for no caminho oposto e deixar o local muito seco, isso pode ser ruim também.

A questão é que cada produto tem a sua umidade indicada, e é importante que quem esteja no comando saiba disso, e deixe cada um dos produtos na umidade ideal, nem para menos e também nem para mais. 

Entrega rápida

E por fim, vamos falar um pouco da logística de entrega, que pode ser a solucionadora de problemas, ou então criar um ainda maior. Assim que algo é colhido é muito importante que ela já tenha o seu destino escolhido para que ela passe o menor tempo possível parado.

 Mesmo resfriado e devidamente armazenado, o tempo é inimigo, e pode acabar gerando problemas. Como todos sabem, tudo que é colhido é extremamente perecível e precisa ser consumido o mais rápido possível.

Por mais que possamos citar aqui várias maneiras de prolongar a sua vida útil, uma hora aos microrganismos vão ganhar, a decomposição é um processo natural demais para ser retardado por muito tempo.

Sendo assim, uma das coisas mais importantes é o responsável ter uma logística muito bem planejada, para que o produto seja transportado corretamente, e possa chegar até seu destino o quanto antes.

Artigos relacionados:

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

whatsapp sharing button
facebook sharing button
pinterest sharing button
twitter sharing button
sharethis sharing button

Pode ser do seu interesse