quinta-feira, 26 de maio de 2022 - 26/05/2022 18:16:16
Revista Portal Útil

O conteúdo "Como economizar em uma viagem?" foi feito por Redação e distribuído por Revista Portal Útil na categoria Turismo em .


Há muita pesquisa no Google com os termos “como viajar barato?”. Esse é o sonho de muitos brasileiros, já que a economia do Brasil está estagnada e o índice de desemprego aumentou. A única forma de viajar no momento é economizando um pouco.

Porém, um ponto positivo é que a COVID-19 desacelerou as contaminações por causa das campanhas de vacinação por todo o mundo. Ou seja, viajar voltou a ser uma possibilidade.

Dessa forma, é hora de retornar seus planos de viagens aos poucos. Segundo uma matéria publicada no Portal Brasileiro do Turismo, 43% dos brasileiros pretendem viajar ainda em 2022. Se você é uma das pessoas que está com pouco dinheiro, mas quer retomar suas viagens em 2022, continue lendo o artigo.

Um fator que você deve levar em conta é o período de sua viagem. Viajar em baixa temporada reduz bastante os gastos, além de evitar multidões em sua viagem.

Porém, se você planejar corretamente, é possível viajar com economia em qualquer época do ano. Confira como economizar em uma viagem.

Como economizar em uma viagem?

O que este artigo aborda:

1. Faça o planejamento da viagem com antecedência

A principal dica para viajar com pouco dinheiro é planejar com antecedência. Mesmo se sua viagem for marcada para uma alta temporada, é possível economizar com um planejamento prévio.

Ao planejar sua viagem antecipadamente, você poderá encontrar passagens aéreas com preços mais acessíveis e opções de hospedagens mais em conta.

A primeira coisa a pensar é tudo que será necessário na viagem, como passagens aéreas, entrada para atrações, burocracia para tirar passaportes e vistos, compras para levar na bagagem, aluguel de carro e muito mais.

Quando toda sua lista estiver pronta, você já pode pesquisar por promoções e descontos. Passagens aéreas e acomodações ficam mais baratas se forem compradas com antecedência. O ideal é planejar a viagem com 3 a 2 meses de antecedência. Dessa forma, dará tempo suficiente para você comprar ao menos as passagens aéreas e pesquisar hospedagens mais em conta, além de fazer a reserva antecipadamente.

2. Escolha destinos menos conhecidos

Não é porque a maioria dos brasileiros faz uma viagem para o Disney World que você precisa fazer também. Há destinos no Brasil e no mundo que são muito atrativos, mas não são tão conhecidos assim. Algumas opções no exterior são:

  • Liechtenstein;
  • Moldávia;
  • Butão;
  • Tuvalu;
  • Antártica;
  • San Marino;
  • Dominica;
  • São Tomé e Príncipe;
  • Timor Leste;
  • Djibouti;
  • Serra Leoa;
  • Ilhas Salomão.

Você pode nunca ter ouvido falar nesses países, mas eles existem e são destinos paradisíacos, exóticos e diferentes para visitar. Além disso, são os países menos visitados do mundo, mesmo tendo atrações, passeios, cenários e lugares lindos e atrativos.

Uma realidade é certa: quanto mais badalado for o deu destino de viagem, mais caro será sua viagem. Portanto, pense em alternativas. Na internet há muitos sites para você escolher o seu destino de viagem ideal.

3. Aproveite pontos turísticos gratuitos

Muitos dos destinos de viagens possuem passeios, atrações e pontos turísticos com entrada gratuita. Em alguns deles, há dias em que a entrada fica mais barata. Você pode encontrar opções de praias, locais históricos e até trilhas de forma gratuita.

A chave aqui é pesquisar bastante. Depois de definir seu destino de viagem, não esqueça de pesquisar bem alguns locais baratos ou gratuitos para visitar. Você também pode incluir no seu roteiro de viagens alguns parques, museus e pontos turísticos que são abertos totalmente ao público.

Na hora de fazer seu roteiro de viagem, coloque todas as boas opções no calendário. Não esqueça de verificar as datas e horários de abertura e fechamento dos locais.

4. Viaje em baixa temporada

Isso já foi dito no início do artigo, mas é fundamental você escolher um período de baixa temporada para viajar. Aproveite os dias de férias que você tem para tirar na empresa e tire suas folgas no período de baixa temporada do destino escolhido.

Durante a alta temporada, os destinos mais visados recebem muitos turistas. Isso aumenta os preços das passagens aéreas, bem como os preços de hospedagens, passeios e muito mais.

Os meses de setembro, outubro ou novembro são bons períodos para viajar dentro do país gastando pouco. Em destinos com praias no Brasil, ainda faz calor e os locais ficam vazios e com preços mais acessíveis.

Já destinos para fora do Brasil, os períodos de baixa temporada podem variar. Porém, escolha seu destino e faça uma pesquisa na internet sobre qual é o período de baixa temporada.

5. Controle seu orçamento durante a viagem

Antes da viagem, é fundamental fazer um controle financeiro para saber quanto você poderá gastar em sua estadia. O ideal é controlar o montante de valor que você poderá gastar por dia. Caso seu destino seja bom para compras, não extrapole seu orçamento.

É muito importante não recorrer ao dinheiro de emergência ou ao cartão de crédito internacional, a menos que seja um imprevisto muito grande. Portanto, no planejamento de sua viagem também precisa ter o montante de dinheiro que você terá para gastar em cada dia durante sua viagem.

Não esqueça de deixar um valor guardado para emergências. Mesmo que ele não seja utilizado, é mais seguro, cômodo e prático ter um valor para recorrer em situações inesperadas.

6. Defina um destino que cabe no seu bolso

De nada adianta seguir todas as dicas, se o seu destino final não couber no seu bolso. O intuito é economizar na viagem, não passar por apertos durante sua estadia. Por isso, por mais tentador que seja viajar para fora do Brasil, talvez sua melhor opção seja um destino brasileiro.

O Brasil é muito rico em cultura, culinária, pontos turísticos, atividades, passeios e muitos outros em outros estados e até outras cidades. Portanto, vale a pena investir em um destino brasileiro para economizar mais.

Algumas vantagens em viajar dentro do Brasil mesmo é que você não precisará se preocupar em seu compreendido em outro idioma nem ter desvalorização do real por fazer câmbio de moedas. O dólar, por exemplo, só tem aumentado de preço. Por isso, há desvantagens em viajar para países que aceitam o dólar como moeda.

Encontre um destino brasileiro que caiba em seu bolso e viva uma viagem inesquecível. Há algumas opções para você, como:

  • Capitólio – Minas Gerais;
  • Ouro Preto – Minas Gerais;
  • Praia de Pipa – Rio Grande do Norte;
  • Serra Gaúcha – Rio Grande do Sul;
  • Piranhas – Alagoas;
  • Alter do Chão – Pernambuco.

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

1

Pode ser do seu interesse

História do Rio de Janeiro: origem, turismo e curiosidades

História do Rio de Janeiro: origem, turismo e curiosidades

Como receber indenização por voo atrasado ou voo cancelado

Como receber indenização por voo atrasado ou voo cancelado

Viagem Internacional: 7 Dicas Para Você Economizar

Viagem Internacional: 7 Dicas Para Você Economizar

7 maneiras de se hospedar com orçamento limitado

7 maneiras de se hospedar com orçamento limitado

6 melhores lugares para viajar na América do Sul

6 melhores lugares para viajar na América do Sul

Destinos nacionais: 5 locais para curtir o turismo doméstico

Destinos nacionais: 5 locais para curtir o turismo doméstico