quinta-feira, 26 de maio de 2022 - 26/05/2022 17:08:09
Revista Portal Útil

O conteúdo "O que é terapia holística: Como fazer e seus benefícios para a saúde" foi feito por Redação e distribuído por Revista Portal Útil na categoria Geral em .


Você já ouviu falar sobre terapia holística? Trata-se de uma terapia alternativa, que pode ser praticada como: reiki; acupuntura; ayurveda; massoterapia; herbologia; cromoterapia; fitoterapia; e aromaterapia, feita a partir do uso de óleos essenciais.

As terapias holísticas partem do princípio de que o tratamento do corpo e da mente não pode ser feito de formas separadas, uma vez que o ser humano precisa de cuidado integral, em todos os sentidos. 

É importante ressaltar, ainda, que terapias holísticas possuem respaldo científico para serem aplicadas nos pacientes. O Ministério da Saúde, no Brasil, autoriza a prática desse tipo de tratamento.

Se você tem interesse em aprender um pouco mais sobre o que é terapia holística, como fazê-la e descobrir seus benefícios para a saúde, continue lendo esse artigo. Nossa equipe de especialistas da Revista Portal Útil está pronta para te ajudar!

O que este artigo aborda:

O que é a terapia holística?

Por definição, o termo “holístico” deriva da expressão grega “holos”, que significa “todo”. Dessa forma, podemos assumir que a terapia holística tem, como principal base, enxergar o paciente como um todo: físico, psicológico e espiritual.

Acupuntura terapia holística

Desta forma, a partir do início do tratamento, o paciente passa a ser visto como um conjunto. Muito além do cuidado com os sintomas, o terapeuta holístico trabalha para encontrar e curar a origem dos problemas causadores das doenças.

Vale a pena dizer, ainda, que a terapia holística não é ofertada por médicos. Terapeutas holísticos são pessoas que fizeram cursos específicos, mas não podem ser consideradas médicas, uma vez que não possuem diploma de medicina, nem são licenciados para tal.

Como surgiu a terapia holística?

A terapia holística surgiu no Oriente, em contradição com a medicina tradicional e a partir do entendimento de que a saúde do homem depende do equilíbrio entre a mente e o corpo, uma vez que estes estão profundamente interligados. 

Com o passar dos anos e os avanços científicos, as primeiras ideias da medicina, que apontavam que, a partir do entendimento de uma parte do corpo, era possível compreender o todo, foram deixadas de lado, e práticas alternativas ganharam mais visibilidade.

Hoje em dia, há o entendimento de que estresse, problemas de ansiedade e depressão, influenciam diretamente o restante do corpo. Por exemplo: caso você seja submetido a uma situação de estresse extremo, é possível que seu intestino não funcione corretamente.

Isso acontece porque o cérebro e seus neurotransmissores controlam todo o corpo, e também exercem importantes funções nos órgãos internos do ser humano. É incrível, não é mesmo?

5 principais tipos de terapias holísticas

Entre as principais práticas de terapia holísticas, podem ser mencionadas:

Cromoterapia

Em primeiro lugar das terapias holísticas mais conhecidas está a cromoterapia. Caso você não conheça essa prática, fique tranquilo, pois vamos te explicar logo abaixo!

Então, o que é a terapia holística de cromoterapia? É um método que utiliza a ciência das cores para realizar tratamentos. E como isso é feito? O terapeuta, utilizando um aparelho que emite luzes de diferentes cores, distribui raios coloridos no corpo do paciente.

São utilizadas, principalmente, luzes de cor vermelha, amarelo, verde, azul, laranja e violeta, sendo que cada cor possui uma finalidade diferente, seguindo a teoria das cores (cores quentes são estimulantes, enquanto cores frias possuem efeito calmante).

Com a aplicação dessas cores feitas diretamente na pele dos pacientes, diversos sintomas podem ser tratados, melhorando a qualidade de vida das pessoas que procuram esse tipo de terapia holística.

O que é a terapia holística dos aromas (Aromaterapia)?

A aromaterapia é parte da medicina holística e utiliza óleos essenciais para tratar os sintomas dos pacientes. 

Alguns dos óleos utilizados pelos aromaterapeutas possuem ação cicatrizante, antiviral, antibacteriana e calmante. 

Com a utilização de óleos essenciais, é possível que o paciente tenha ação cicatrizante mais forte e mais rápida, além de contribuir para a saúde mental do mesmo, uma vez que alguns aromas possuem propriedades calmantes e ansiolíticas. 

Acupuntura

Com origem na China, a acupuntura é um tipo de terapia holística que utiliza agulhas para o tratamento de diversas doenças. 

Assim como todas as terapias alternativas, a acupuntura parte do princípio de que corpo e mente precisam estar sãs para que funcionem de forma correta.

Utilizando as agulhas extremamente finas em diversos pontos do corpo, os terapeutas buscam criar uma atmosfera para que as energias do corpo se alinhem e, assim, o paciente tenha uma vida mais tranquila, saudável e equilibrada.

Fitoterapia

Divisora de opiniões, a fitoterapia acredita que é possível utilizar flores e plantas para tratar inúmeras doenças.

Nesse tipo de prática, é possível retirar de plantas com efeitos farmacológicos um extrato que, posteriormente, é transformado em remédio, que pode ser comercializado em cápsulas, em gotas, em xaropes e até mesmo em pomadas.

Também é uma prática que ficou muito conhecida a partir de sua criação, na China, por ser um método bastante inovador. 

Outros tipos de terapias holísticas

Como citamos anteriormente, existem diversos tipos de terapias holísticas importantes para a medicina alternativa.

Além dessas citadas em tópicos, podemos destacar o reiki, que foi criado no Japão, e é uma prática na qual o terapeuta posiciona as mãos no paciente para a transferência de energia. 

Outra terapia holística que merece ser mencionada é a ayurveda, tratada como a prática medicinal mais antiga do mundo. Sua prática consiste em ajudar o paciente a encontrar um equilíbrio com alimentação correta, meditação, yoga e, também, massagem.

Quais as principais vantagens da terapia holística?

Entre as principais vantagens da terapia holística, podemos destacar o autoconhecimento e a “desintoxicação” do organismo, uma vez que nenhuma dessas práticas recomenda a utilização de medicamentos tradicionais.

O autoconhecimento é muito importante para que as pessoas possam se entender de forma mais branda e, assim, compreender os próprios processos. 

Por exemplo, se você tem problemas de ansiedade, a utilização de óleos essenciais, principalmente aqueles feitos à base de lavanda, pode ser benéfica para o tratamento do distúrbio, uma vez que essa planta possui propriedades calmantes.

Já a desintoxicação é muito importante também, uma vez que alguns medicamentos podem causar diferentes graus de dependência, bem como são capazes de serem prejudiciais a diversos órgãos do corpo, principalmente se você os usa há muito tempo.

Conclusão

Viu só como é possível ser saudável com práticas alternativas de terapia?

Essas diversas terapias holísticas podem ser encontradas em diversas clínicas Brasil afora e são excelentes opções para quem quer ficar saudável de uma forma mais natural, longe dos fármacos tradicionais.

Caso você ainda tenha alguma dúvida, não hesite em nos contar na caixa de comentários abaixo! Nossa equipe está pronta para te atender!

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

1

Pode ser do seu interesse

Mini Wedding: Quais os Benefícios e Como Fazer

Mini Wedding: Quais os Benefícios e Como Fazer

Por que mesmo com o desemprego em alta, as empresas têm dificuldade em arranjar bons funcionários?

Por que mesmo com o desemprego em alta, as empresas têm dificuldade em arranjar bons funcionários?

Dicas de lembrancinhas para festa infantil

Dicas de lembrancinhas para festa infantil

Meio ambiente: Principais características da preservação ambiental

Meio ambiente: Principais características da preservação ambiental

O crescimento da área de logística em 2021

O crescimento da área de logística em 2021

Booklover: 5 itens que todo amante de livro deve ter

Booklover: 5 itens que todo amante de livro deve ter