terça-feira, 17 de maio de 2022 - 17/05/2022 05:21:42
Revista Portal Útil

Publicado por Diego Augusto em 10/05/2022 às 21:20.

Mesmo em meio à crise econômica vivida no país, o mercado de imóveis está aquecido. Com um cenário de juros baixos e bastante oferta, muitas pessoas estão buscando sair do aluguel para comprar a sua casa própria. E um dos principais motivos para o crescimento do setor são as construtechs. 

De acordo com a Pesquisa do Mercado Imobiliário (PMI), feita pelo Secovi-SP (Sindicato de Habitação de São Paulo), o contexto atual mostra um crescimento de 130% no lançamento e vendas de unidades residenciais na cidade em junho de 2021, na comparação com o mesmo período do ano anterior. 

O número de construtechs cresceu 235% nos últimos cinco anos, com um crescimento de 19,5% em 2020, segundo o Mapa das Construtechs e Proptechs 2021, realizado pela Terracota Ventures. No fim de 2020, 839 startups do setor estavam ativas no Brasil. 

O que este artigo aborda:

O que é Construtech? 

As construtechs são startups do setor de construção civil, que oferecem soluções para facilitar a construção e o lançamento de novas unidades residenciais e comerciais. 

Ou seja, a classificação “envolve desde a construção pesada até startups que ajudam, por exemplo, a encontrar materiais de construção e conectar clientes aos profissionais que atuam no segmento”, explica Ingrid Barth, vice-presidente da Abstartups (Associação Brasileira de Startups) em entrevista à Startse. 

Startups do setor de construção, as construtechs inovam o mercado

Esse modelo de startups tem sido fundamental no mercado imobiliário, porque dá suporte a construtoras, empreiteiras, escritórios de arquitetura, imobiliária e outros. O apoio dessas empresas tem ajudado na redução de custos, na duração do projeto e no desperdício de materiais. 

As construtechs atuam no setor de projetos e viabilidade de processos e na construção em si. Empresas trabalham desde o mapeamento e o loteamento de terrenos até a gestão de obras e toda a burocracia que se envolve no mercado imobiliário.

Mercado promissor em meio à crise 

O Mapa das Construtechs e Proptechs Brasil 2021 aponta um crescimento de 23% destas startups no país em 2020 na comparação com o ano anterior. De acordo com a CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil), a projeção do PIB do setor para 2021 é de 2,5%. 

Aliado ao crescimento das construtechs, o mercado imobiliário tem um crescimento estimado em 35% para este ano, de acordo com a projeção da Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias). 

De acordo com dados da Startupbase, existem cerca de 13.856 startups espalhadas pelo Brasil; destas, 1,61% atuam no segmento de construção civil e 1,37% no mercado imobiliário.  

Em relação às startups do segmento, o Mapa das Construtechs e Proptechs 2021 mostra que São Paulo é o estado com mais empresas ativas no setor, com 339 startups ativa; seguido por Santa Catarina, com 95 empresas; e Paraná, com 87. 

Construtechs e as cidades inteligentes 

Assim como outros modelos de startups, as construtechs são empresas necessárias para o setor imobiliário em um futuro próximo com a consolidação de cidades inteligentes (smart cities). 

As cidades inteligentes são locais que vão utilizar a internet das coisas, pelo machine learning e pela ciência de dados, com foco em melhorar a qualidade de vida, usando todo o poderio tecnológico para o bem da sociedade. 

Segundo a ONU (Organizações das Nações Unidas), a projeção é de que existam 9,7 bilhões de pessoas em todo o mundo até 2050, sendo que 70% desta população viverá em cidades inteligentes. 

O crescimento das construtechs no Brasil mostra o amplo leque de oportunidades do mercado imobiliário. Em um cenário de incertezas econômicas, mas com financiamentos a juros mais baixos, o setor deve consolidar o seu crescimento nos próximos anos. 

E a expectativa é o crescimento de demanda por construtechs e proptechs nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, já que a maioria das startups do setor estão concentradas nas regiões Sul e Sudeste do país. As construtechs estão capitaneando a retomada do setor imobiliário brasileiro. 

Diego Augusto

Formado em Sistemas de Informação na Faculdade Pitágoras. Apaixonado por tecnologia e sempre antenado as novidades. Trabalho no mercado a mais de 10 anos como desenvolvedor Web. Sou especialista em desenvolvimento de sistemas e sites em arquitetura serverless.

1

Pode ser do seu interesse

Novo dispositivo da Amazon é um Dispenser Automático de Sabonete Líquido

Novo dispositivo da Amazon é um Dispenser Automático de Sabonete Líquido

4 Plataformas para Estudar Online – Veja ótimas opções!

4 Plataformas para Estudar Online – Veja ótimas opções!

Como baixar vídeos de qualquer site no PC, Android ou iPhone?

Como baixar vídeos de qualquer site no PC, Android ou iPhone?

Por que pessoas seguem influenciadores digitais?

Por que pessoas seguem influenciadores digitais?

Planos de internet para quem mora sozinho: saiba como escolher

Planos de internet para quem mora sozinho: saiba como escolher

Como uma internet de qualidade pode fazer a diferença na sua empresa

Como uma internet de qualidade pode fazer a diferença na sua empresa