Revista Portal Útil

Se você está à procura de apartamentos e gostou de alguns, porém, são antigos, saiba que isso pode resolver. Pensando nisso, vamos mostrar como reformar gastando pouco, mas, primeiramente é necessário planejar, para depois iniciar esse processo.

Atualmente, existem pessoas que gostam da arquitetura antiga, porém, existem outras que preferem uma arquitetura moderna. Nesse sentido, se você deseja reformar alguma casa antiga para deixá-la com características modernas, o ideal é que você procure por arquitetos e engenheiros especializados nessa área.

Isso porque fazer reformas pode causar muita dor de cabeça, assim, tendo algum especialista a frente da sua reforma, alguns problemas serão evitados e você não se preocupará tanto. Dessa forma, no decorrer desse artigo vamos te dar dicas de como reformar casas antigas gastando pouco.

Continue lendo e saiba mais!

O que este artigo aborda:

Casas antiga que precisa ser reformada
Casas antiga que precisa ser reformada
Pin It

Principais passos para reformar casas antigas

A seguir, entenda como realizar esses processos de forma segura e com uma lista de passos prontinha. 

1. Procure profissionais da área

Primeiramente, quando se vai realizar uma compra de imóvel antigo, é importante contar com uma equipe de vistoria para analisar todos os pontos da edificação. Por exemplo, o estado dos canos, fiação, se as estruturas estão boas, entre outros.

Isso porque, em alguns casos, não vale a pena investir se estiver com muitos problemas, pois você gastará muito mais tentando consertar do que comprar outro imóvel novo. Dessa forma, na maioria das casas é necessário dar um jeito nas infiltrações, finalizar acabamentos, como piso quebrado, paredes descascando, entre outros.

Nesse sentido, é muito importante que você conte com um arquiteto ou engenheiro para realizar o projeto da reforma da sua casa, assim, eles te informarão o que é melhor fazer, quanto gastará, entre outras informações. Vale informar que quanto mais cedo um arquiteto ou engenheiro começar no seu projeto, menos problemas relacionados a sua reforma você terá.

2. Busque referências 

Quando se vai reformar algo, principalmente casas, é importante ter ideias do que se vai fazer, ou seja, buscar referências. Nesse sentido, você pode buscar ideias na internet, revistas, filmes, entre outros e até mesmo inspirações de apartamentos em Itapema.

Então, você deve reunir informações e imagens de como deseja reformar a sua casa, fazendo com que o arquiteto ou engenheiro tenha uma base. Sendo assim, economiza tempo e dinheiro, já que eles só farão o projeto uma vez, pois não há a necessidade de refazer, já que você deu um norte de como deseja que sua casa fique. 

Reforme primeiro internamente 

Quando está realizando uma reforma, o orçamento poderá ficar bastante alto, assim, é importante separar algumas mudanças que não são tão importantes e deixar para depois. Nesse sentido, o ideal é começar a reforma pelos cômodos que apresentam mais necessidade e geralmente são os internos.

Então, após ajustar os problemas internos da sua casa, é hora de ir para os externos, por exemplo, investir em uma fachada que deixe a sua casa esteticamente melhor. Dessa forma, busque primeiro reformar os banheiros, cozinhas e pisos, pois eles são os que geralmente mais se desgastam rápido. Em seguida, ajuste os quartos, salas e fachada. 

1. Troque os pisos

Os pisos com defeitos são uma das características das casas antigas, mas isso pode fazer com que a estética da casa não fique tão bonita, além de poder se deslocar e causar alguns acidentes. Dessa forma, é importante que troque o piso do imóvel, fazendo com que fique estéticamente mais bonito e diminua os riscos de acidentes.

Nesse sentido, não será necessário gastar muito nessa troca, pois, existem pisos com boa aparência e versátil que os preços são acessíveis, como os pisos vinílicos e laminados. Vale informar que geralmente o preço fica em torno de R$ 50,00 o m².

Além disso, se quiser economizar ainda mais, em alguns casos é possível lixar o piso antigo e aplicar o novo por cima, ou então reformá-lo. Sendo assim, fica ao seu critério o que achar melhor.

2. Cuide da parte elétrica e hidráulica da casa

Em casas e imóveis antigos, é comum que as instalações elétricas e hidráulicas sejam velhas. Sendo assim, é importante que você realize a troca o mais rápido possível para não ocorrer acidentes na sua residência. 

Conclusão

Em resumo, busque reformar as áreas que mais apresentam problemas e podem causar acidentes, fazendo com que no futuro você tenha gastos maiores.

Nesse sentido, busque por profissionais especializados na área para te dar melhores dicas para reformar a sua casa antiga.

Por fim, se você quer mais algumas dicas de como reformar uma casa antiga gastando pouco, veja o vídeo do canal Oliveira Construtor.

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

1

Pode ser do seu interesse