Revista Portal Útil

A praia sem dúvida é um dos lugares mais requisitados durante o verão, e agora que estamos nele, é hora de aproveitar o calor, a areia, o mar e toda a diversão que sabemos que o litoral pode proporcionar.

No entanto, sabemos que as pessoas de hoje não conseguem desgrudar do celular. Levam ele a onde quer que vão, e ainda usam carregador portátil para terem certeza de que nem vão ficar sem celular em nenhum momento,

Porém existem alguns cuidados que precisam ser tomados nesse meio tempo. E hoje vamos ajudar você com dicas de como proteger o celular na praia, contra acidentes, o calor e até mesmo roubos. 

O que este artigo aborda:

Como proteger o celular na praia: 5 dicas
Como proteger o celular na praia: 5 dicas
Pin It

1. Não deixe o celular no sol

Vamos começar falando então daquele que ao mesmo tempo é seu amigo, mas também pode te prejudicar, que é o sol. Ele é o responsável pelo porquê você quer, portanto, ir à praia, mas deixe seu celular um pouco no sol quente, e você vai ver que ele pode sim te dar prejuízo.

Precisamos lembrar que celulares não foram feitos para passar por tamanho calor, tanto é que se um celular esquenta demais ele desliga, e não liga de novo até esfriar, com uma mensagem explicando isso. Por isso é importante ter cuidado.

A exposição do seu celular ao sol pode causar um superaquecimento que pode queimar alguma coisa dentro dele, mas principalmente prejudicar a bateria, que pode estufar por causa do calor do sol, e se continuar no sol, pode até estourar.

2. Não deixe o celular no carro

Já que você não quer deixar o celular no sol, é melhor deixar ele no carro, certo? Errado. O carro fechado no sol pode deixar as temperaturas internas altíssimas, o que é um problema sério. O seu aparelho pode até não ficar em contato direto com o sol, mas o valor abafado dentro do carro é suficiente para fazer com que você coloque seu aparelho em risco.

E se o sol bater no vidro e iluminar diretamente o celular, pode ser ainda pior, já que dentro do carro ele vai estar abafado, e ainda vai receber a luz do sol quase que diretamente, aumentando em muito a chance de ele estragar.

Os efeitos que podem rolar com ele são os mesmos citados acima, podendo queimar alguma coisa dentro dele, e com a bateria podendo estufar e até mesmo estourar. E não tem muito o que fazer a respeito a não ser não deixar o celular ali. 

3. Cuidado com a areia

O seu celular tem várias pequenas entradas que servem tanto para a entrada de ar, saída de som, entrada de fone, de cartão de memória e muito mais. Por mais que essas entradas sejam todas bem pequenas, existe algo na praia que é ainda menor: a areia.

Sabemos que quando voltamos da praia, voltamos com areia para todos os lados, e nem ao menos entendemos de onde tanta areia saiu. Você pode nem ter sentado na areia, e quando vai tomar banho, até seus bolsos estão cheios de areia.

Com o celular é a mesma coisa, basta um pequeno descuido para que você encha o celular de areia, e se a areia entrar pelos buracos do celular, ele pode sim dar problema, e tirar a areia depois realmente seria um problema muito grande. 

4. Cuidado com a água do mar

Molhar o celular não é bom e pode causar vários problemas, inclusive dando irreparáveis que podem fazer você ficar sem o aparelho. Se você molhar ele com água do mar então, tudo fica ainda pior.

A água causa a oxidação do aparelho, e a água do mar acelera e muito esse processo, a ponto de acabar queimando tudo permanentemente. Além é claro do fato de que você não pode molhar celulares que não tem nenhuma proteção contra a água, com a bateria novamente sendo uma das maiores afetadas.

O recomendado nesse caso é você ter as famosas capinhas à prova d ‘água, que vão impedir o celular de ser molhado, e permitindo que ele inclusive seja usado até quando você for dar um mergulho, fazendo fotos e vídeos em segurança.

5. Não descuide dele

E por fim, o cuidado é afogar até contra roubos e furtos. Muitas pessoas deixam o celular em cima de uma toalha embaixo de um guarda-sol e vão para o mar, e isso não é uma boa ideia. Deixar o celular parado à mercê e sem saber quando você vai voltar, é um convite a um roubo.

O ideal é que você sempre tenha outra pessoa com você por perto, para ficar com seu celular caso você vá até o mar ou algo assim. Você é claro, pode tentar deixá-lo escondido junto com chinelos e outras coisas, mas isso sempre vai depender do nível de segurança da praia onde você está. 

Artigos relacionados:

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

whatsapp sharing button
facebook sharing button
pinterest sharing button
twitter sharing button
sharethis sharing button

Pode ser do seu interesse