domingo, 22 de maio de 2022 - 22/05/2022 14:25:55
Revista Portal Útil

Publicado por Redação em 30/04/2022 às 14:41.

As fintechs vêm transformando os mercados e a forma como as empresas e os investidores enxergam as oportunidades de negócio. Não é por acaso que cresce o modelo de investimento em venture capital assim como aumenta exponencialmente o número de novas startups em diferentes segmentos. 

Mas, afinal, qual é a realidade das fintechs hoje? Quais são as características demográficas e de negócio dessas empresas no câmbio do território nacional? O que é preciso saber sobre as tendências e oportunidades do setor?

No relatório Distrito Fintech Report 2021 encontramos a resposta para essas e outras perguntas relevantes sobre o assunto. Entenda como está o mercado e descubra por que a América Latina tem se destacado no mercado internacional.

O que este artigo aborda:

Contexto de oportunidade para fintechs na América Latina

A América Latina é considerada um terreno fértil para o desenvolvimento de fintechs. As empresas, que aliam tecnologia e soluções financeiras, têm se destacado no cenário latino que é ocupado por mais de 650 milhões de pessoas em 33 países. 

Essa gama populacional concentra um número impressionante de consumidores não-bancarizados ou sub-bancarizados, motivo extra para o desenvolvimento de ofertas de bancos digitais. Somado a isso, o dinheiro ainda é a principal forma de pagamento, o que cria o ambiente perfeito para a inserção de soluções trazidas pelas fintechs. 

Veja como está o ecossistema de fintechs no Brasil e no mundo

As fintechs no Brasil

O Brasil tem ocupado uma posição de destaque frente aos demais países da América Latina. Isso porque existem algumas características e particularidades que tornam nosso país um ambiente favorável para o surgimento, desenvolvimento, implementação e operacionalização de fintechs. 

Entre as principais características que tornam isso possível destacamos: população com poder econômico e sociocultural, forte cultura de empreendedorismo tecnológico, empreendedores e profissionais criativos, valorização da inovação e busca constante por soluções para problemas em diferentes setores de mercado, inclusive o financeiro. 

Dados do mercado brasileiro de fintechs

De acordo com dados do relatório Venture Pulse, elaborado pela KPMG e mencionados no Relatório Distrito Fintech Report 2021, apenas no primeiro trimestre de 2021, o Brasil recebeu mais de US$2,1 bilhões em investimentos na modalidade de Venture Capital. 

Esses números colocam o Brasil como terceiro maior responsável pelo recorde de crescimento em Venture Capital em todo o continente americano, perdendo apenas para Canadá (2º lugar) e Estados Unidos (1º lugar).

Esses números favoráveis estão associados às regulações criadas pelo Banco Central, como é o caso do Open Banking e do PIX, bem como à aceleração do ambiente de digitalização após a pandemia. A seguir, elencamos alguns números e dados  importantes associados às fintechs em território nacional:

  • Até a publicação do relatório, havia 1.158 fintechs ativas no Brasil, em um ecossistema que cresce em ritmo acelerado;
  • O Brasil é um país em que a população tem pouca educação financeira e um dos maiores mercados consumidores do todo o mundo — ambiente propício para as fintechs;
  • As fintechs podem ser divididas em diferentes grupos: meios de pagamento, finanças pessoais, serviços digitais, crédito, backoffice, insurtech, criptomoedas, risco e compliance, finanças pessoais, entre outros; sendo que o maior percentual de startups está no grupo “meios de pagamento”: 15%.

Concentração de fintechs por região

Hoje, existem fintechs em todas as regiões do Brasil, mas a maior parte está concentrada na Região Sudeste:

  • 72,3% na Região Sudeste;
  • 18,1% na Região Sul;
  • 4,2% na Região Nordeste;
  • 3,9% na Região Centro-Oeste; 
  • 1,4% na Região Norte.

Vale destacar que esses dados apontam apenas para a localização física das sedes, entretanto, considerando o perfil desse tipo de negócio, independente da localização da sede, a sua abrangência costuma ser a nível nacional.

Tendência à especialização das fintechs

Outro aspecto interessante que se denota do crescimento deste mercado — e, consequentemente, do aumento da competitividade — é a tendência para o surgimento de fintechs especializadas na oferta de soluções que atendam às necessidades mais específicas de determinadas pessoas. 

Maiores fintechs do Brasil e empresas que devem crescer

O relatório apresentou um levantamento, listando aquelas que são consideradas as fintechs de destaque no ecossistema brasileiro. Observa-se um destaque para as startups das categorias: meios de pagamento e serviços digitais. Confira quais são:

  • Nubank;
  • C6 Bank;
  • PicPay;
  • Stone;
  • Creditas;
  • Neon;
  • Minuto Seguros;
  • Mercado Bitcoin;
  • PagSeguro; e,
  • Ebanx.

Nesta lista, destacamos apenas os neobancos de destaque, com empresas que transformaram os meios de pagamento do país. A avaliação que chegou a esses nomes considerou o número de funcionários, funding captado, faturamento presumido e métricas de redes sociais. Entre as fintechs em ascensão, destacamos nomes como Conta Azul, Caju, Warren, Superlógica, Olívia, Open Co, Sami, Alice, Terra Magna e Contabilizei. 

Conclusão

O que se pode concluir é que mesmo com os entraves e desafios causados pela pandemia da Covid-19, o ecossistema fintech se mostrou resiliente, aproveitando o momento para oferecer serviços e ofertas que auxiliassem a população a lidar com as dificuldades econômicas. As perspectivas são de crescimento contínuo e desenvolvimento desse ecossistema, favorecendo o mercado e o surgimento de fintechs cada vez mais especializadas.

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

1

Pode ser do seu interesse

Investir sozinho ou em fundos? Qual é a melhor opção

Investir sozinho ou em fundos? Qual é a melhor opção

Taxa de resgate: entenda o que é cobrado na hora de resgatar seus investimentos

Taxa de resgate: entenda o que é cobrado na hora de resgatar seus investimentos

Posso utilizar a previdência privada para comprar um imóvel?

Posso utilizar a previdência privada para comprar um imóvel?

Por que a governança ESG está repercutindo no mundo dos negócios e nos mercados?

Por que a governança ESG está repercutindo no mundo dos negócios e nos mercados?

Blockchain América Latina: veja informações do ecossistema cripto

Blockchain América Latina: veja informações do ecossistema cripto

Saia do seu banco: por que você deve investir por conta própria!

Saia do seu banco: por que você deve investir por conta própria!