quarta-feira, 18 de maio de 2022 - 18/05/2022 05:41:46
Revista Portal Útil

Publicado por Redação em 19/10/2021 às 08:45.

Realizar uma transição de carreira e iniciar uma nova profissão do 0 pode ser amedrontador para muitas pessoas. No entanto, é o desejo de centenas de profissionais que chegaram no seu limite e desejam seguir novos caminhos.

Seja por querer outros desafios, seguir um sonho, mudar a rotina ou sentir que aquela área não combina mais com seu perfil, essa transição é totalmente válida quando feita de forma correta.

Essa mudança pode trazer diversas alegrias e benefícios para a vida das pessoas. Por isso, caso elas realmente querem isso, devem se jogar de cabeça e fazer acontecer. Mas, com responsabilidade e cuidado.

Ainda mais quando se é uma pessoa adulta, cheia de responsabilidades e contas para pagar. Quando o assunto é transição de carreira, há muitas dúvidas, medos, angústias e perguntas interessantes.

Tudo que é novo e nos tira da zona de conforto causa uma certa ansiedade mesmo. O ideal é se planejar e criar planos de ações para o profissional sentir que está no controle e caso não dê certo, tem uma rota de fuga segura.

Transição de carreira: saiba como atualizar seu Linkedin

Além disso, algumas das perguntas mais comuns são: por onde começar? O que colocar no meu currículo? Em um momento em que a tecnologia é uma grande aliada da sociedade, surgem outras dúvidas importantes, como:

Como atualizar o linkedin para conseguir realizar a transição de carreira? São questões comuns e importantes, as quais podem facilitar a busca por novas oportunidades desses profissionais.

No entanto, a transição de carreira é um assunto que merece mais atenção. Explicaremos por onde começar e como preencher o currículo comum e nas principais plataformas de busca de empresas durante este momento.

O intuito é ajudar as pessoas a passarem por essa fase da melhor maneira – e mais tranquila – possível. Acompanhe!

O que este artigo aborda:

Transição de carreira: por onde começar?

A transição de carreira é um processo delicado, diferente para cada tipo de profissional e suas necessidades. Tem pessoas que abandonam seus empregos e se jogam no mercado em busca de oportunidades na nova área.

Outras preferem ser mais cautelosas e passar algum tempo se planejando e até mesmo buscando por vagas de emprego, sem sair do atual trabalho. Sendo assim, o processo não é sempre o mesmo.

De qualquer forma, a dica sempre é começar pela capacitação profissional. Ou seja, começar a realizar cursos, participar de palestras e workshops sobre a nova área que deseja iniciar uma carreira.

Assim, a pessoa consegue mergulhar na nova área de atuação, entender como o mercado funciona e suas necessidades. Conseguirá, então, compreender o que ela precisa ter e fazer para conseguir boas oportunidades.

Depois – ou enquanto estiver realizando esses cursos – é hora de montar o currículo para começar a procurar vagas, realizar entrevistas e dar início aos processos seletivos.

Neste momento, a dúvida é sempre o que colocar no documento. Seja ele no modelo tradicional ou em plataformas digitais, como o linkedin, o currículo deve ser bem elaborado para chamar a atenção de recrutadores.

Afinal, ele é o primeiro contato que a empresa tem com seus candidatos. A seguir, daremos algumas dicas de como preencher o currículo, em especial no linkedin, para aumentar as chances de conseguir boas oportunidades de emprego.

Dicas para montar o currículo perfeito

Neste tópico, existem diversos aspectos que merecem atenção. Primeiro, o mais recomendado é mudar o objetivo do currículo no Linkedin. Adicione a sua meta na nova carreira para facilitar o acesso dos recrutadores ao seu perfil. 

Os especialistas na área indicam que o ideal é valorizar tudo no seu perfil e histórico que seja relacionado com a nova área de atuação. Então, o ideal é evidenciar as competências que o profissional tem e aplicou nas experiências profissionais já vividas até o momento que sejam importantes para o novo mercado.

Coloque os cursos relacionados ao novo objetivo. Destaque conquistas e habilidades que agreguem valor ao novo cargo de atuação, assim como as experiências passadas.

O mais recomendado é não ignorar tudo que a pessoa já viveu, mas sim, adaptar as informações para a nova área. Por exemplo, se o profissional está na área de RH há anos, mas agora decide que quer mudar para a área financeira, o ideal é fazer o seguir:

Coloque as competências que acredita que façam a diferença para atuar na área pretendida.

Por exemplo: “Eu sou um profissional que possui um perfil analítico, engajado, organizado, comunicativo, trabalho bem com processos e rotinas e possuo conhecimentos em Word e programa Y”.

Então, mesmo sem experiência na nova área, é importante destacar o quanto está preparado para a nova área. Infelizmente, no Brasil, as empresas ainda focam muito no tempo de experiência.

No entanto, o importante é que o profissional não desista e siga firme no seu novo propósito, se preparando e buscando por oportunidades. Uma hora ou outra, um recrutador verá o currículo online com bons olhos!

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

1

Pode ser do seu interesse

BIG DATA: Conheça as oportunidades para sua carreira

BIG DATA: Conheça as oportunidades para sua carreira

O que é terceirização do trabalho

O que é terceirização do trabalho

O que é gestão de pessoas nas empresas? – Confira 7 características!

O que é gestão de pessoas nas empresas? – Confira 7 características!

7 Maneiras Simples e Eficazes de como destacar o Currículo

7 Maneiras Simples e Eficazes de como destacar o Currículo

Processos seletivos inclusivos: o que são? Como funcionam?

Processos seletivos inclusivos: o que são? Como funcionam?

Qual o salário mínimo na Europa em 2022? Veja os valores em Euros

Qual o salário mínimo na Europa em 2022? Veja os valores em Euros