Revista Portal Útil

Muitas pessoas que iniciam um novo negócio pensam que administrá-lo é fácil, mas logo percebem que não é exatamente assim que funciona. Mas é comum e errado pensarmos que somente os novos empreendedores têm problemas com seus respectivos negócios. 

Isso pode até ser um tanto quanto chocante para alguns, mas a verdade é que empreendedores mais velhos, ou seja, aqueles que já estão no mercado há muito tempo também podem enfrentá-los, ou até mais problemas do que os empreendedores que são novos no mercado. 

Portanto, isso é algo que pode acontecer com qualquer um, independentemente do ramo que atuam e do tempo que operam como empresários, visto que tempo de serviço não é um fator forte o suficiente para deixar uma empresa longe de problemas administrativos.

O mais importante para conseguir ter menos problemas dentro de uma empresa, é estudar, pesquisar e ter muito conhecimento sobre o mercado em que se atua para que assim seja possível estar em pé de igualdade, ou melhor, estar à frente da concorrência sobre as novidades do segmento em que trabalha.

No entanto, um dos problemas mais comuns que afeta pequenos, médios, grandes, jovens e antigos empreendedores, é a falta da gestão de matéria-prima na hora de comprar para a empresa. 

Isso acontece porque muitos pensam que podem comprar apenas quando está faltando, ou quando a matéria-prima chega ao fim. Normalmente, pensam que comprar em menor quantidade é a melhor opção, quando na verdade, não é bem assim que funciona, e cada negócio tem suas próprias particularidades e necessidades quanto a isso.

Além do mais, um outro erro que muitos empreendedores cometem, é o de não consultarem sua contabilidade antes de realizarem uma gestão de matéria-prima, e isso é algo que vale para todo e qualquer tipo de negócio, seja para uma grande empresa, um e-commerce ou um prestador de serviços. 

Inclusive, ter uma contabilidade para e-commerce é tão necessário quanto para qualquer outro tipo de negócio, por exemplo, especialmente porque é essencial na hora de fazer a compra da matéria-prima. Consideramos importante ressaltar esse assunto, tendo em vista que muitos pensam que um e-commerce não precisa de um setor de contabilidade, o que acaba atrapalhando seu negócio de muitas maneiras.

Mas, voltando a falar sobre a gestão de matéria-prima, se você quer saber como pode se planejar melhor para essas compras da sua empresa, independentemente do segmento, continue lendo nosso artigo e veja algumas dicas que poderão ajudar a fazer isso da melhor maneira possível. Confira!

O que este artigo aborda:

Gestão de matéria-prima na empresa: 4 dicas
Gestão de matéria-prima na empresa: 4 dicas
Pin It

1. Converse com o setor de contabilidade

Como mencionamos rapidamente, conversar com o setor de contabilidade é um dos passos mais importantes antes de fazer a compra de matéria-prima. Portanto, se você ainda não possui esse setor em sua empresa, saiba que a Tononi Contabilidade pode ajudá-lo com isso.

Ao falar com o setor de contabilidade, peça um relatório completo sobre a situação financeira da sua empresa no momento, pois isso será essencial na hora de seguir os próximos passos do planejamento que falaremos logo abaixo.

2. Defina um orçamento

Agora que já possui em mãos um relatório completo sobre a situação financeira da sua empresa, você tem duas opções: analisá-lo você mesmo e definir qual é o orçamento que tem disponível para fazer a compra de matéria-prima, ou pedir que o próprio setor de contabilidade (ou de finanças) faça essa análise por você.

De qualquer forma, o importante é que você defina bem um orçamento e não fuja dele. Isso servirá para que você consiga comprar a matéria-prima necessária sem gerar algum tipo de desequilíbrio ou problema financeiro na sua empresa, pois fará a compra de acordo com um orçamento preestabelecido.

3. Saiba quando realizar a compra

O próximo passo é saber quando realizar a compra da matéria-prima. Muitos deixam para fazer essa compra depois que a matéria-prima acaba ou quando ela está bem no final. Mas será que essa é a estratégia e o momento correto de comprar? Na verdade não.

Apesar de cada tipo de negócio ter suas próprias necessidades, é sempre necessário fazer a compra de matérias-primas antes que elas acabem, pois é isso que vai lhe permitir analisar o seu orçamento com calma e também realizar o próximo passo da maneira certa.

4. Escolha bons fornecedores

Por fim, você precisa encontrar e comprar apenas com os melhores fornecedores, por isso é preciso decidir comprar a matéria-prima bem antes dela chegar ao fim. 

Dessa forma, você terá tempo suficiente para encontrar apenas os melhores que se encaixam no orçamento que foi predefinido anteriormente. 

Se você seguir todos esses passos, com certeza será capaz de fazer a gestão de matéria-prima da sua empresa da melhor maneira possível.

Artigos relacionados:

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

whatsapp sharing button
facebook sharing button
pinterest sharing button
twitter sharing button
sharethis sharing button

Pode ser do seu interesse