Revista Portal Útil

Você sabia que a diferença entre manutenção preventiva de manutenção corretiva está no objetivo de cada uma delas? Pois, é. Entender como funcionam as duas manutenções é o primeiro passo para validá-las em sua empresa. Afinal, qual delas será benéfica para o seu setor?

Para quem trabalha no segmento industrial, ficar a par dessas diferenças é essencial para garantir o bom funcionamento das máquinas, como as rebitadeiras, por exemplo, e dos equipamentos.

Neste artigo, você saberá qual a diferença entre manutenção preventiva e corretiva e em qual momento terá que utilizá-las. Confira!

O que este artigo aborda:

Qual a diferença entre manutenção preventiva e corretiva?
Qual a diferença entre manutenção preventiva e corretiva?
Pin It

Onde as manutenções são aplicadas?

As manutenções, seja preventiva ou corretiva, são aplicadas em diferentes setores, para diferentes finalidades. Os setores industriais e automotivos são os que mais requerem essas práticas, já que precisam manter o bom funcionamento de carros e equipamentos.

No setor industrial, entre as máquinas e equipamentos que precisam passar por manutenções estão:

  1. Rebitadeiras;
  2. Porca rebite;
  3. Empilhadeiras;
  4. Pontes rolantes;
  5. Guindastes;
  6. Peças móveis;
  7. Arruelas autotravantes;
  8. Sistemas de climatização e refrigeração.

E muitas outras.

O que é manutenção corretiva?

De acordo com a norma NBR 5462, a manutenção corretiva, como o próprio nome já sugere, tem como objetivo corrigir alguma falha na máquina ou no equipamento. Ela restaura os dispositivos o mais rápido possível a fim de colocá-los em funcionamento novamente.

Muito embora esse tipo de manutenção seja necessária em diversas situações, é justo e necessário ressaltar que ela pode resultar em inatividade e, consequentemente, em perda de produtividade.

O que é manutenção preventiva?

Se a sua empresa tiver que passar pela manutenção corretiva, ela terá passado pela manutenção preventiva, uma vez que essa segunda antecede os reparos.

De forma geral, a manutenção preventiva consiste em realizar inspeções periódicas antes de o problema aparecer. O objetivo principal dessa manutenção é evitar falhas e minimizar o tempo de inatividade que a manutenção corretiva pode ocasionar.

Ou seja, é essencial que a manutenção seja feita constantemente, para a empresa saber qual é o momento ideal de consertar suas máquinas. Uma vez que você adota a prática da manutenção preventiva, você aumenta a vida útil dos equipamentos e reduz os custos associados a reparos.

Qual manutenção é mais benéfica para a minha empresa?

As manutenções preventivas e corretivas são bastante benéficas para as empresas, no entanto, é recomendado que a preventiva seja prioridade, já que, com ela, você identifica a presença (ou ausência) de problemas, reduz os riscos de falhas e aumenta a eficiência e a vida útil dos equipamentos.

A manutenção preventiva envolve a substituição de peças desgastadas, lubrificação adequada, limpeza, calibração e outras atividades para garantir o desempenho ideal dos equipamentos.

Lembre-se de seguir as orientações do fabricante e adaptar as atividades de manutenção às necessidades específicas de cada equipamento.

Artigos relacionados:

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

whatsapp sharing button
facebook sharing button
pinterest sharing button
twitter sharing button
sharethis sharing button

Pode ser do seu interesse