terça-feira, 17 de maio de 2022 - 17/05/2022 03:48:54
Revista Portal Útil

Publicado por Redação em 12/10/2021 às 08:29.

Quem pensa que o animal de estimação é apenas uma companhia qualquer está enganado. Pesquisas apontam o bem enorme que esses amiguinhos podem fazer à nossa saúde, principalmente, para quem tem depressão. 

Um bichinho pode trazer estímulo para o dono seguir em frente e superar momentos difíceis. 

Por tudo isso, está cada vez mais comum utilizar esses bichanos para ajudar a tratar quadros de estresse pós-traumático ou auxiliar em tratamentos diversos. 

De acordo com um estudo realizado por psiquiatras de Portugal, e publicado na revista científica Journal of Psychiatric Research, no qual metade dos 80 pacientes com distúrbio depressivo grave se tratou com a ajuda de animais, se observou  melhoras significativas nesse grupo, contra melhora nenhuma na outra metade tratada sem a companhia de animais.

Principalmente os cães podem trazer melhorias aos pacientes, e isso por forçarem naturalmente o exercício físico e a saída de casa pela necessidade dos passeios. 

Cuidar de um animal de estimação ajuda em casos de depressão

Mas, certamente, estamos nos referindo às pessoas que apreciam animais, mas seja como for, o estudo sugere que, mais do que os melhores amigos do ser humano, esses bichanos também podem ser um excelente remédio.

O que este artigo aborda:

O que é depressão?

É importante saber que depressão , também chamada de Transtorno Depressivo Maior, foi considerada pela Organização Mundial da Saúde como o “mal do século XXI”, principalmente por ser uma doença silenciosa  e ainda muito cercada de preconceitos e incompreensão.

A doença se caracteriza pela perda ou diminuição do interesse por atividades simples e básicas, assim como, pelos prazeres da vida, interferindo na qualidade de vida e bem-estar.

A depressão gera angústia e letargia profunda e, na maioria das vezes, não tem motivo aparente, simplesmente resultando do desequilíbrio na bioquímica cerebral. 

Cercada de preconceitos, até pouco tempo sequer era considerada uma doença, hoje já se tem a dimensão de sua gravidade, e segundo  a Organização Mundial da Saúde é quarta principal causa de incapacitação.

Ao contrário do que muitos imaginam, a depressão pode atingir qualquer pessoa, mesmo aquela que, aparentemente, não tem motivo algum para apresentar tristeza, sendo mais comum em mulheres. 

De tão grave, a depressão pode levar a diversos sintomas físicos e comportamentais anômalos, como alterações no sono, apetite, concentração, autoestima, nível de energia e, em casos mais graves, até pensamentos suicidas. 

Por toda sua complexidade, a depressão deve ser tratada com a ajuda de um profissional e medicamentos e estudos apontam um melhor resultado quando há a presença de um animal de estimação.  

Como os animais ajudam na depressão?

Por expressarem um amor incondicional e puro pelos seus donos, eles são ótimas companhias nesse momento tão difícil.

Segundo especialistas, os animais conseguem reduzir os pensamentos negativos, diminuir o estresse, tristeza, angústia e solidão. E mais, a responsabilidade de cuidar de um animalzinho oferece a oportunidade de interagir, se sentir importante e ter com quem se importar. Pense em uma raça amorosa , imagina você dedicar cuidados a um filhote de Golden Retriever por uma vida inteira. É uma responsabilidade que será retribuída com muita dedicação e um amor incondicional.

Sem falar que os animais precisam brincar e se exercitar, acabando por estimularem seus donos também a praticarem atividade física. E exercícios liberam endorfinas no cérebro, aliviando sintomas da depressão.

Os animais mais indicados são gato e cachorro, pois são perfeitos por interagirem e gostarem de carinho. E o simples olhar para um cão já produz no cérebro o hormônio da oxitocina, gerando a sensação de felicidade, enquanto o ronronar dos gatos acalma e alivia o sentimento de ansiedade

Mas, e se não puder ter um animal?

Infelizmente, seja por falta de tempo, de dinheiro, de espaço, por ficar a maior parte do dia longe de casa, precisar viajar constantemente, enfim, nem todo mundo pode ter um animal de estimação, nesse caso, a dica é frequentar um abrigo de animais ou se aliar a uma ONG, de repente até ser um voluntário, ou ainda visitar aquele amigo que tem um animal em casa. 

Enfim, opções não faltam para fazer de um animal de estimação um  grande aliado nessas horas e para a ;vida inteira.

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

1

Pode ser do seu interesse

Pets em apartamento: saiba como cuidar do seu bichinho, dentro desse espaço

Pets em apartamento: saiba como cuidar do seu bichinho, dentro desse espaço

Dipirona para gatos: Veja quando é indicado e como medicar

Dipirona para gatos: Veja quando é indicado e como medicar

Ração boa e barata para cachorro: Como escolher?

Ração boa e barata para cachorro: Como escolher?

Descobri que meu gato vai à casa do vizinho. Como evitar?

Descobri que meu gato vai à casa do vizinho. Como evitar?

Clima seco pode afetar a saúde dos pets

Clima seco pode afetar a saúde dos pets

Como criar gato em apartamento

Como criar gato em apartamento