terça-feira, 17 de maio de 2022 - 17/05/2022 05:10:10
Revista Portal Útil

Publicado por Redação em 24/10/2021 às 10:09.

O PVC é um dos polímeros mais usados em todo o mundo. Pela sua versatilidade e outros inúmeros benefícios, este material vem sendo usado há anos nos mais diversos segmentos da economia.

É bastante conhecido por ser utilizado para produzir dutos de encanamento de água e esgoto. No entanto, o que muitos não sabem é que este material pode ser um grande aliado na composição de couro sintético, fraldas para bebês, cortinas, toalhas de mesa, cortinas de chuveiros, pisos e até mesmo pipas.

Não acaba por aí! Ainda são úteis para bandejas de refeições, juntas de dilatação para concreto, perfis, cones de sinalização, revestimentos de fios e cabos elétricos, películas para embalar alimentos,reforço de calçados, mangueiras de jardim, brinquedos, forração de móveis e estofamento de automóveis, entre outras diversas aplicações.

Isto é, este material está muito mais presente na rotina do que as pessoas imaginam. É possível que a maioria delas tenha contato todos os dias e não percebam.

Mas, afinal, o que é PVC? Como ele é produzido? Do que este material é feito? Essas são algumas das principais questões e, para ajudar, vamos responder todas neste conteúdo.

PVC: O Que É e Como Esse Material É Feito?

Confira tudo que precisa saber sobre o material PVC a seguir.

O que este artigo aborda:

PVC: O que é? Tudo que precisa saber sobre este material!

Embora seja bastante usado no mercado, muitos ainda têm dúvidas sobre o PVC! Sendo assim, vamos às suas características.

O policloreto de vinila (mais conhecido pelo acrónimo PVC) é um dos polímeros sintéticos de plástico mais produzidos e usados no mundo. Entre os termoplásticos, é o segundo mais consumido do planeta, ficando atrás apenas do polietileno.

Este sucesso pode ser explicado de inúmeras maneiras, como a vasta possibilidade de aplicações explicadas anteriormente. Além disso, é resistente, flexível, leve, atóxico, inerte, seguro, resistente à ação de fungos, bactérias, insetos e roedores.

Também é resistente à maioria dos reagentes químicos, bom isolante térmico, elétrico e acústico, sólido, resistente a choques, entre outras diversas vantagens. Tudo isso se deve à composição deste material – que é diferente de tudo que há no mercado.

O PVC é o único material plástico que é 100% derivado do petróleo contendo 57% de cloro e 43% de eteno. Há diferentes tipos deste elemento: o PVC rígido, flexível ou plastificado.

No entanto, mais para a frente explicaremos a diferença entre eles. Antes disso é preciso entender como o PVC é formado. 

O processo é o seguinte: o cloro é produzido a partir do sal marinho, por meio de um procedimento chamado eletrólise (passagem de uma corrente elétrica por água salgada). 

Dessa forma, obtém-se a soda cáustica, o cloro e o hidrogênio. O petróleo, por sua vez,  passa por uma destilação do óleo cru, resultando em nafta leve, a qual passa pelo  craqueamento catalítico (quebra de moléculas grandes em moléculas menores), formando o eteno. 

Enquanto essas duas substâncias estão na fase gasosa, reagem entre si produzindo o dicloro etano (DCE). Depois, o processo passa pela transmutação, obtendo o MCV (mono cloreto de vinila). 

Este componente é submetido ao processo de polimerização em que as moléculas do MVC vão se fundindo, originando o PVC (policloreto de vinila) – um pó esbranquiçado, totalmente inerte.

Quando pronto, o PVC pode se converter de diferentes maneiras – como em um material rígido, flexível, opaco, transparente, colorido ou não, brilhante, fosco, entre outras diversas possibilidades.

No próximo tópico, explicaremos em detalhes a diferença entre esses modelos de PVC. É essencial saber identificar as particularidades para utilizar o material ideal para seu projeto!

Tipos de PVC

Todos os tipos de PVC são produzidos a partir dos mesmos processos, mas contam com alguns “ingredientes” diferentes. Todos apresentam diversos benefícios, porém cada um deve ser utilizado em projetos distintos.

Vamos às diferenças: o PVC semi rígido é uma mistura  do material rígido, que tem um acabamento perfeito, fácil processo de termoformagem, espessura fina e ele molda-se em baixa temperatura.

Desta forma, esse tipo de PVC pode ser moldado para formatos mais complexos e detalhados. Tanto no PVC flexível e o plastificado, no processo, são adicionados plastificadores ao PVC, já que suas folhas são quebradiças.

Além disso, o PVC semi rígido é amplamente utilizado na área de comunicação visual, seja ela interna ou externa, pois é leve, bonita e resistente ao tempo. Com este material, é possível fazer placas de sinalização, displays, painéis, entre outros diversos produtos. 

É fácil de usar, é isolante térmico, acústico, não propaga fogo, tem resistência a água e a umidade , excelente durabilidade, não precisa de manutenção constante e muito mais.

O PVC fosco adere melhor a determinados tipos de pinturas, já os coloridos agradam mais os clientes e podem ser usados em dezenas de projetos. Então, a escolha de qual tipo de material usar deve ser feita com base nas aplicações e necessidades de cada um.

O ideal, portanto, é entrar em contato com profissionais para ajudar nesta decisão.

Redação

A redação da Revista Portal Útil é formada profissionais com vasta experiência em diversos setores de atuação.

1

Pode ser do seu interesse

A estrada da noite

A estrada da noite

7 benefícios surpreendentes de ler todos os dias

7 benefícios surpreendentes de ler todos os dias

O que as pessoas mais compram pela internet?

O que as pessoas mais compram pela internet?

Confira os 5 principais modelos de vapes do mercado atualmente

Confira os 5 principais modelos de vapes do mercado atualmente

O que é um pod system?

O que é um pod system?

Veja quais são as 5 melhores cidades para morar no Brasil

Veja quais são as 5 melhores cidades para morar no Brasil