quarta-feira, 18 de maio de 2022 - 18/05/2022 05:47:49
Revista Portal Útil

Publicado por Marcela Ferreira em 10/05/2022 às 21:31.

Não é novidade que a mudança digital tem causado cada vez mais impactos para a vida das pessoas. Em especial, para diversos setores do mercado, como a área da saúde, que se verificou dos avanços digitais.

Dessa forma, tanto os profissionais da área quanto os próprios pacientes acabam por usufruir das vantagens. Mas quais são os aparelhos tecnológicos que permitem a expansão da medicina? Continue lendo esse conteúdo para descobrir!

O que este artigo aborda:

Os avanços tecnológicos na área da medicina

A tecnologia tornou-se uma grande aliada da saúde, trazendo para os pacientes tratamento e um atendimento cada vez melhor. Aqui no país, as inovações na área são tão grandes, que surgiu a Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde.

De acordo com o presidente, no momento há mais de 500 mil tecnologias médicas que estão em uso. Para que você possa conhecer um pouco mais sobre essas tecnologias e como são importantes, confira logo abaixo.

Aparelhos tecnológicos permitem que a medicina possa se expandir

1 – Mamógrafo

Um equipamento capaz de realizar o exame de mamografia de um jeito mais rápido, moderno, digital e com imagens em alta resolução. Como resultado, é possível obter um diagnóstico precoce mesmo à distância, com a ajuda de um telelaudo.

O Centro de Referência da Saúde da Mulher (CRSM) já está usando essa tecnologia, cujo valor foi de mais de R$ 1 milhão. A vantagem é que, com a ajuda deste aparelho, será possível ampliar o trabalho e alcançar um maior número de pacientes.

Por ser uma tecnologia inovadora, esse aparelho possui um sistema integrado, que transfere as imagens para o servidor. Isso significa que não precisa de filmes para funcionar e que todos os arquivos são enviados para a nuvem.

Dessa forma, os médicos cadastrados poderão acessar e emitir os laudos a distância. Inclusive, os pacientes podem receber as imagens e laudos por meio do WhatsApp.

Além disso, devido à alta resolução das imagens, fica mais fácil de observar e identificar nódulos com menos de um centímetro, profundos e não palpáveis. Logo, é possível diagnosticar alguma doença de forma precoce e começar o tratamento o quanto antes.

2 – Telemedicina

É impossível falar sobre os avanços da medicina sem citar a telemedicina. Isso porque, esse talvez seja um dos maiores avanços, já que por meio da telemedicina, é possível atender os pacientes à distância.

Em outras palavras, os pacientes que moram em cidades mais remotas, e que não têm acesso a médicos poderão ser atendidos de modo online. Pois, o atendimento é feito por meio de uma plataforma e o médico, de qualquer parte do mundo, poderá analisar os exames de um paciente.

Também é possível emitir laudos e monitorar os pacientes à distância. Sendo assim, as clínicas e hospitais se beneficiam da redução de custos que a telemedicina oferece.

3 – Cirurgias robóticas assistidas

A cirurgia robótica já existe e tem desenvolvido  procedimentos cada vez mais seguros e menos invasivos aos pacientes. De modo geral, são estruturas robóticas dirigidas por um especialista.

Por meio delas, é possível ver o corpo por dentro, graças a câmeras que geram imagens tridimensionais. Os braços robóticos não sofrem qualquer tipo de tremor, além disso, e permitem uma rotação de 360 graus.

Desse modo, é possível ter uma maior precisão dos movimentos e permitir que processos mais complexos em regiões delicadas do corpo possam ser feito. Ainda assim, é essencial a presença de um cirurgião no comando, para tomar as decisões.

4 – Prontuário eletrônico

Através dos prontuários eletrônicos, todos os dados de cadastro e clínicos dos pacientes ficam em uma única base de dados. Logo, vários profissionais da área podem acessar esses dados a qualquer hora e lugar.

Isso facilita a integração e o trabalho de uma equipe, além de tornar o trabalho mais eficaz e seguro. Entre os dados, que são atualizados em tempo real, podemos citar:

  • Resultados de exames;
  • Histórico;
  • Medicações;
  • Tratamentos e sintomas.

Além disso, a partir de prontuários eletrônicos, é possível automatizar uma série de processos e diminuir o tempo para atender os pacientes. Também reduz a margem de erros humanos e garante diagnósticos mais exatos.

5 – IoT médica

A internet das coisas (IoT em inglês) trata-se da conexão de objetos do dia a dia com a internet. Na área da medicina, tem uma grande importância para o monitoramento dos pacientes, ainda mais aqueles que possuem doenças crônicas.

Por meio dos wearables, torna-se possível colher dados a respeito, tais como:

  • Pressão arterial;
  • Níveis de glicose no sangue;
  • Frequência cardíaca;
  • Entre outros.

Ou seja, um paciente que tenha diabetes, por exemplo, poderá usar sua geladeira para controlar o acesso à sua alimentação. Pois, a Internet das coisas permite controlar e monitorar eles mesmo fora dos consultórios médicos.

Em outras palavras, no dia a dia dos pacientes, o médico ainda terá controle sobre eles. Sendo assim, aumenta a responsabilidade do indivíduo com relação a sua saúde.

6 – Diagnósticos personalizados

No momento, a maior parte dos tratamentos e medicamentos são feitos a partir de dados obtidos de pessoas com características comuns. Como por exemplo, homens brancos, de uma certa idade e, em geral, americanos.

Porém, esses mesmos tratamentos são usados ao redor do mundo todo, em pacientes com características diferentes. Devido ao uso da realidade aumentada e às facilidades de organizar e compartilhar dados pela Internet, hoje é possível ter dados mais precisos quanto aos pacientes e suas patologias.

7 – Medicamentos personalizados

Da mesma forma que os diagnósticos personalizados, uma forte tendência é a criação de medicamentos personalizados para cada paciente. E, além disso, a produção de medicamentos também é impactada, com menos custos e menor tempo para desenvolver e fabricar.

Conclusão

Por fim, é possível concluir que a tecnologia expande cada vez mais a área da medicina e a previsão é de que os avanços continuam impactando esse setor.

E o que você achou deste conteúdo? Foi útil para você? Ficou com alguma dúvida? Não esqueça de deixar o seu comentário e compartilhar com os seus amigos!

Marcela Ferreira

Enfermeira pós graduada com especialização em traumas, urgência e emergência. 12 anos de experiência na área de saúde mental na rede SUS do município de Belo Horizonte. Atuo com criança, adolescentes, adultos e usuários de múltiplas drogas.

1

Pode ser do seu interesse

Conheça tudo sobre os aparelhos invisíveis

Conheça tudo sobre os aparelhos invisíveis

Quais os benefícios do magnésio dimalato

Quais os benefícios do magnésio dimalato

Exercícios para perder barriga

Exercícios para perder barriga

Dicas para uma pele perfeita sem usar produtos caros

Dicas para uma pele perfeita sem usar produtos caros

Ainda não sabe o que é a Luteína? Clique e saiba mais

Ainda não sabe o que é a Luteína? Clique e saiba mais

Ressonância Magnética pode diagnosticar o mal de Alzheimer

Ressonância Magnética pode diagnosticar o mal de Alzheimer