Revista Portal Útil

A Black Friday é uma data muito esperada pelos consumidores brasileiros, que aguardam ansiosamente por descontos em diversos produtos.

No entanto, nem tudo é o que parece. Infelizmente, muitos aproveitam a ocasião para aplicar golpes e enganar as pessoas.

Por isso, é importante estar atento e seguir algumas dicas para não cair em fraudes.

Antes de tudo, é preciso pesquisar os preços dos produtos desejados com antecedência. Assim, é possível identificar se os descontos oferecidos na Black Friday são reais ou apenas uma jogada de marketing para enganar os consumidores.

Além disso, é importante verificar a reputação da loja ou do site em que se pretende realizar a compra, para evitar problemas futuros.

Outra dica importante é não se deixar levar pelo impulso de comprar algo só porque está com um preço muito baixo.

É preciso avaliar se o produto realmente atende às suas necessidades e se é de boa qualidade. Se for possível, é recomendável comparar preços em diferentes lojas e sites para encontrar a melhor oferta.

Com essas precauções, é possível aproveitar a Black Friday sem cair em golpes.

O que este artigo aborda:

Cuidado com a Black fraude! Como não cair em golpes
Cuidado com a Black fraude! Como não cair em golpes
Pin It

Foto: Pexels

O Que é Black Friday ou Black Fraude?

A Black Friday é um evento anual de compras que ocorre em muitos países, incluindo o Brasil. A data é conhecida por oferecer preços baixos em uma variedade de produtos, desde eletrônicos até roupas e acessórios.

No entanto, com a popularidade da Black Friday, muitas empresas começaram a usar táticas desonestas para atrair clientes. Isso levou a um fenômeno conhecido como “Black Fraude”, em que os preços são inflados antes do evento para que possam ser reduzidos no dia da Black Friday.

Para evitar cair em golpes durante a Black Friday, é importante que os consumidores estejam atentos aos preços dos produtos que desejam comprar. Além disso, é recomendável que sejam pesquisados os preços dos produtos em diferentes lojas antes de fazer uma compra.

Os consumidores também devem verificar se o site ou a loja em que estão comprando é confiável e se oferece opções seguras de pagamento. É importante ler as políticas de devolução e troca de produtos antes de fazer uma compra para evitar problemas futuros.

Em resumo, a Black Friday pode ser uma ótima oportunidade para economizar dinheiro em compras, mas os consumidores devem estar atentos para evitar cair em golpes e fraudes.

Dicas para não cair em golpes na Black Friday

A Black Friday é uma data muito aguardada por muitos consumidores, mas também é uma época em que golpistas tentam se aproveitar da empolgação das pessoas para aplicar fraudes. Para evitar cair em golpes na Black Friday, é importante tomar algumas precauções. Aqui estão algumas dicas úteis:

Verifique a reputação da loja

Antes de fazer uma compra na Black Friday, é importante verificar a reputação da loja. Isso pode ser feito através de uma pesquisa rápida na internet, procurando por avaliações e comentários de outros clientes. Além disso, é importante verificar se a loja tem um endereço físico e um telefone de contato. Se a loja não tiver essas informações disponíveis, isso pode ser um sinal de alerta.

Desconfie de preços Muito baixos

Preços muito baixos podem ser tentadores, mas também podem ser um sinal de alerta. Se um produto estiver sendo vendido por um preço muito abaixo do valor de mercado, é importante desconfiar e fazer uma pesquisa mais aprofundada sobre a loja e o produto. Golpistas muitas vezes usam preços baixos para atrair clientes desavisados.

Cuidado com sites falsos

Golpistas muitas vezes criam sites falsos que se parecem com sites legítimos de compras. Esses sites podem ser usados para roubar informações pessoais e financeiras dos clientes. Para evitar cair em um site falso, é importante verificar a URL do site e procurar por sinais de que o site é legítimo, como um cadeado verde na barra de endereço.

Use Métodos de pagamento seguros

Ao fazer uma compra na Black Friday, é importante usar métodos de pagamento seguros, como cartões de crédito ou PayPal. Esses métodos oferecem mais proteção ao consumidor em caso de fraude. Além disso, é importante nunca fornecer informações pessoais ou financeiras por telefone ou e-mail, pois isso pode ser um sinal de alerta de uma tentativa de fraude.

Seguindo essas dicas simples, os consumidores podem aproveitar a Black Friday sem cair em golpes e fraudes.

Como Identificar ofertas verdadeiras?

Para evitar cair em golpes durante a Black Friday, é fundamental saber como identificar ofertas verdadeiras. Algumas dicas podem ajudar a diferenciar as promoções reais das falsas:

  • Compare os preços: antes de comprar um produto, faça uma pesquisa em diferentes lojas para ver se o preço está realmente mais baixo na Black Friday. Se o desconto parecer muito alto em relação ao valor normal do produto, desconfie. Além disso, pesquise meses antes pelo produto que você quer. Sites como o Zoom mostram o histórico de preços dos produtos.
  • Verifique a reputação da loja: pesquise sobre a loja em que pretende comprar para saber se ela é confiável e se já teve problemas com clientes no passado. Sites como o Reclame Aqui podem ajudar nessa tarefa.
  • Analise as condições de pagamento: fique atento às condições de pagamento oferecidas pela loja. Algumas podem oferecer descontos aparentemente muito altos, mas com condições de pagamento desfavoráveis, como juros elevados ou parcelamento em muitas vezes.
  • Confira as informações sobre o produto: antes de comprar, verifique todas as informações sobre o produto, como marca, modelo, especificações técnicas e garantia. Certifique-se de que não se trata de um produto similar ou de qualidade inferior.
  • Evite compras por impulso: não se deixe levar pelas promoções e compre apenas o que realmente precisa. Faça uma lista de compras antes de começar a pesquisar e siga-a rigorosamente.

Seguindo essas dicas, é possível evitar cair em golpes durante a Black Friday e aproveitar as verdadeiras ofertas.

Direitos do Consumidor na Black Friday

Durante a Black Friday, os consumidores têm direitos garantidos por lei para protegê-los de fraudes e enganos. Aqui estão algumas informações importantes que todo consumidor deve saber:

Direito à informação

Os lojistas são obrigados a fornecer informações claras e precisas sobre os produtos e serviços oferecidos na Black Friday. Isso inclui informações sobre preços, descontos, formas de pagamento, prazos de entrega e garantias.

Direito à publicidade enganosa

A publicidade enganosa é proibida por lei. Os lojistas não podem fazer falsas promessas ou exagerar as características dos produtos ou serviços para atrair consumidores. Se o consumidor se sentir enganado, ele pode exigir o cumprimento do que foi anunciado ou pedir o cancelamento da compra.

Direito ao arrependimento

O consumidor tem o direito de se arrepender da compra feita na Black Friday, mesmo que o produto esteja em perfeito estado. Ele pode cancelar a compra em até sete dias úteis após o recebimento do produto, sem precisar justificar o motivo. O lojista deve devolver o valor pago pelo produto e arcar com os custos de devolução.

Direito à troca

Se o produto apresentar defeito ou não estiver de acordo com o anunciado, o consumidor tem o direito de solicitar a troca ou o reparo do produto. O lojista deve fazer a troca em até 30 dias, caso contrário, o consumidor pode exigir a devolução do dinheiro pago.

Lembre-se sempre de guardar o comprovante de compra e exigir nota fiscal. Em caso de dúvidas ou problemas, o consumidor pode procurar o Procon ou a Justiça para garantir seus direitos.

Como denunciar fraudes na Black Friday?

A Black Friday é um dos eventos mais aguardados pelos consumidores, mas também pode ser uma oportunidade para os golpistas. Por isso, é importante estar atento e saber como denunciar fraudes durante a Black Friday.

Se você desconfiar de alguma oferta ou promoção, pode fazer uma denúncia aos órgãos de defesa do consumidor. Confira abaixo algumas opções:

  • Procon: o Procon é um órgão de defesa do consumidor que pode ser acionado em caso de problemas com produtos ou serviços. Para fazer uma denúncia, basta acessar o site do Procon do seu estado e preencher o formulário de reclamação.
  • Ministério Público: o Ministério Público é responsável por defender os interesses da sociedade e pode ser acionado em caso de irregularidades durante a Black Friday. Para fazer uma denúncia, basta procurar o Ministério Público do seu estado e apresentar as informações necessárias.
  • Delegacia do Consumidor: as delegacias do consumidor são especializadas em crimes contra o consumidor e podem ser acionadas em caso de fraudes durante esse período do ano. Para fazer uma denúncia, basta procurar a delegacia mais próxima e apresentar as informações necessárias.

Ao fazer uma denúncia, é importante fornecer o máximo de informações possível, como nome da empresa, site, telefone, e-mail, entre outros. Além disso, é importante guardar todos os comprovantes de compra e pagamento para apresentar como prova.

Lembre-se: ao denunciar uma fraude, você está ajudando a proteger outros consumidores e a combater a ação dos golpistas.

Dica extra

Durante todo ano você pode garimpar na internet por cupons de descontos para economizar mais ainda nas suas compras online, É possível conseguir desconto das lojas mais conhecidas da internet, como cupom Aliexpress, Magazine Luiza, Amazon e Centauro.

Se você aliar isso durante o período da Black Friday você pode conseguir descontos que podem passar da faixa dos 20%. Se tiver tempo disponível e for comprar à vista, ligue para o telefone das lojas oficiais e pleiteie um desconto maior com a atendente.

Por fim, se você quiser saber mais sobre os cuidados para não cair em golpes, veja o vídeo do canal Gameplayrj.

Este artigo foi útil?

Agradeçemos o seu feedback.

Diego Augusto

Formado em Sistemas de Informação na Faculdade Pitágoras. Apaixonado por tecnologia e sempre antenado as novidades. Trabalho no mercado a mais de 10 anos como desenvolvedor Web. Sou especialista em desenvolvimento de sistemas e sites em arquitetura serverless.

1

Pode ser do seu interesse